Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias

segunda-feira, 8 de junho de 2009

A Mulher Invisível

A Mulher Invisível já estreou como mais um sucesso do cinema nacional em 2009 (cerca de 230 mil espectadores nos três primeiros dias em cartaz). Que bom para nosso cinema, que tem mantido um índice de arrecadação neste ano, como não se via há décadas. Mas infelizmente, dessa vez, a bilheteria não foi sinônimo de bom filme.

Pedro (Selton Mello) é um sujeito de vida regrada, mas que “surta” após sua esposa deixá-lo, repentinamente, por um alemão. Após dias de desespero, eis que surge na vida dele Amanda, uma nova vizinha, que bate à sua porta de madrugada para pedir-lhe açúcar. O problema: Amanda (Luana Piovani) só existe na cabeça de Pedro e as alucinações dele irão, obviamente, causar muita confusão. Incrementando a história, há ainda a vizinha real, Vitória (Maria Manoela), apaixonada pelo Pedro, que vive escutando a vida dele através da parede da cozinha e é incentivada pela irmã (Fernanda Torres) a finalmente dar em cima do cara.

O argumento é muito bom para se fazer uma comédia escapista de primeira, mas Cláudio Torres se perde no roteiro e talvez por apego a algumas situações criadas, resolveu deixá-las no filme, tornando-o instável e mais longo do que devia. Há piadas mais que ultrapassadas (quer piada de referência mais batida do que “Eu vejo gente morta”?) e diálogos desnecessários, ritmados como em O Auto da Compadecida, quase como declamações teatrais.

As referências a outras grandes épocas da comédia são tantas que estas acabam por tirar a personalidade do filme. Há cenas à la Billy Wilder (em suas comédias), outras em que Selton Mello encarna Oscarito, um discreto momento “et-telefona-minha casa” e cenas de pastelão inspiradas nas cenas neuróticas de Woody Allen, inclusive com a trilha parecida às que ele usava em seus momentos de trapalhada. Trilha sonora, aliás, que parece ter saído de qualquer filme infanto-juvenil dos EUA.

Selton Mello parece ter esgotado o leque de tipos cômicos e tenta encontrar a graça na base do grito (literalmente). Às vezes encontra, mas no geral, exagera na dose.

Mas eu seria injusto se dissesse que só de pontos ruins vive o filme. Apesar de possuir piadas que não funcionam, ainda assim, há situações hilárias e é possível dar umas boas gargalhadas, principalmente por conta do elenco feminino, afinadíssimo. Maria Manoela acerta no tipo tímida, de baixa estima, mas quando resolve se mostrar, vira um furacão. Fernanda Torres é competente e encaixa as piadas no timing exato. Agora... Luana Piovani. Ah, Luana! Que espetáculo! Além de ser engraçada, sabe ser fatal e seu poder de sedução beira a hipnose.

A Mulher Invisível é uma produção muito bem acabada, com alta qualidade de imagem e som e muitos elementos que contribuirão para o sucesso do filme.

Cláudio Torres é um bom diretor, mas ainda não conseguiu escrever um roteiro que se mantenha coerente num único gênero do começo ao fim. Assim como em Redentor, acertou na trave e o gol não parece estar longe de acontecer.

Altos e baixos, altos e baixos, altos e baixos... quanta instabilidade!

Vale o ingresso, mas poderia ter sido mais marcante. Recomendado para os espectadores menos críticos.


Trailer:



A Mulher Invisível
(Brasil, 105 minutos, 2009)
Dir.: Cláudio Torres
Com Selton Mello, Luana Piovani, Fernanda Torres, Maria Manoela, Vladimir Brichta

Nota 6,5

10 comentários:

Felipe Burle disse...

Fala Fred, ainda não vi esse filme.
Vc já viu Anjos e Demonios?
Assisti esse fim de semana e gostei muito. Gostaria de saber sua opinião.
Abraços,
Felipe.

Elizabeth Maia disse...

Humm... Até eu que sou pouquíssimo crítica para filmes não me senti nem um pouco atraída pelo filme. Sabe se o Vladimir Brichta também está sedutor neste filme? Talvez assim eu me interesse rs..... Beijokas

Amanda disse...

Ih, Elizabeth, o Vladimir não tá muito sedutor não, ainda mais com aquele bigodinho cafajeste. Ele tá mais pro atrapalhado, com cantadas cafonas tipo: "você é a nora que papai pediu".
E Fred, realmente, a criatura dizendo "eu vejo pessoas mortas" doeu. Fora o mote principal da xícara de açucar, mas aí, eles mesmos esculhambaram no filme com a fala de Fernanda Torres.
Mas, como eu disse, melhor dá dinheiro para filmes nacionais como esses do que para Transformes e Heróis da vida.

Ah, viu que na minha crítica eu fiz link com seu post sobre cinema nacional? hehe.

Fred Burle disse...

Ih, Felipe.
Foi mal, mas depois da experiência traumática de ver "O Código da Vinci", não me empolguei em assistir "Anjos e Demônios". Dan Brown me soa muito a farsa e tem muitos outros filmes que quero ver antes...
Vou ficar devendo.
Abraço!

Fred Burle disse...

Ele está mais para "o amigo comédia e aneurado" do que para galã, Beth.
Mas se quiser dar umas risadas, pode ver o filme sem medo.
Bjo!

Fred Burle disse...

Oi, Amanda!
Quando li sua crítica, não reparei no link.
Muito obrigado!
=)

Rafael Carvalho disse...

O trailer desse filme me dá a impressão de uma cópia descarada de um besteirol norte-americano sem muita originalidade. Luana Piovani nunca teve talento, mas Selton Mello parece um desperdício fazendo esse tipo de papel.

Fred Burle disse...

Se é cópia, é uma cópia muito melhorada, Rafael. Se compararmos com esse tipo de filme, esse aqui é uma obra-prima! ehehe
Luana ainda não foi testada num papel difícil, mas ela é muito boa (em todos os sentidos) fazendo essa personagem. Quanto ao Selton, nesse filme ele se faz desperdiçar.

Jonathan disse...

Sabe quando eu vi o Trailer do filme A Mulher Invisivel eu pensei, cara deve ser muito bom esse filme concerteza eu vou dar muita risada, más quando eu terminei de assistir eu fiquei dezapontado esperava mais do filme talvez por culpa do trailer que me fez rir, más aconteçe o trailer as vezes engana muito e o irônico disso tudo é que eu gostei mais da drama do filme do que a comédia.valeu Fred

Fred Burle disse...

Jonathan, trailers de comédia são os mais difíceis de confiar, justamente porque podem conter todos os bons momentos do filme. Mas não acho que o trailer deste filme não faça jus a ele.
Abraço

Postar um comentário

Concordou com o que leu? Não concordou?
Comente! Importante: comentários ofensivos ou com palavras de baixo calão serão devidamente excluídos; e comentários anônimos serão lidos, talvez publicados, mas dificilmente respondidos.

 
Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias