Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias

quarta-feira, 24 de março de 2010

Crítica: Como Treinar o Seu Dragão


Em janeiro deste ano, fui convidado, juntamente com alguns críticos e jornalistas de Brasília, para um sessão especial do filme Como Treinar o Seu Dragão, nova animação em 3D da Dreamworks. A versão que nos foi mostrada era ainda inacabada, com apenas os 59 minutos iniciais do filme. O relato desta experiência pode ser conferido aqui no blog.

A iniciativa do estúdio já demonstrava o quanto o projeto é importante para eles. Alguns problemas, que obviamente não se referiam ao acabamento das cenas, puderam ser detectados e repassados ao estúdio, como forma de feedback para, quem sabe, tentar consertá-los. Uma das minhas queixas foi quanto à dublagem original, já que alguns personagens – especialmente o protagonista – não ganharam vozes compatíveis com seu tipo físico. Tal problema não ocorreu com a cópia dublada em português, conferida no último domingo, quando da pré-estreia. A versão brasileira ficou excelente, com poucas piadas perdidas e muito mais qualidade nas vozes.

Berk é um vilarejo viking, lugar constantemente atacado por dragões. Seus habitantes aprendem, desde a adolescência, a matar os monstros e proteger a aldeia. Soluço, o filho franzino do chefe da aldeia, está na idade de fazer o treinamento sobre “como matar dragões”, mas algo inusitado acontece: ele encontra um “dragão da noite”, espécie mais temida pelos vikings, isolado na floresta, por não conseguir voar. É então que Soluço começará a estudar a espécie para ajudar o pequeno dragão, batizado de Banguela pelo menino. Neste processo, uma nova amizade surge e os planos de se tornar um viking matador vão por água abaixo.

A escolha da ambientação e dos personagens foi mais uma jogada ousada da Dreamworks, que já mostrou que não gosta de seguir pelo caminho fácil de retratar bichos fofinhos nas telonas. Shrek e Monstros Vs Alienígenas estão aí para provar isso. Pelas escolhas, o roteiro é original e trata com coerência da figura mítica dos dragões, mesmo tendo uma base de construção tradicional, a famosa “Jornada do Herói”, utilizada por boa parte dos filmes hollywoodianos desde O Mágico de Oz.

A diferença é que, dessa vez, a dose de piadas ácidas diminuiu, mas nem por isso o filme ficou menos divertido. Com situações divertidas, personagens cativantes e sequências de ação excelentes, Como Treinar o Seu Dragão tornou-se um grande barato, o que deve agradar a todos os públicos.

As sequências de voos (rasantes, em queda livre, no meio e por cima das nuvens) são um espetáculo à parte, assim como a luta final, que não direi entre quem será para não estragar a história. Os efeitos 3D são ressaltados em poucas cenas, mas estas compensam assistir o filme com os óculos especiais, pois proporcionam uma imersão incrível nas imagens. Reparem também na textura dos pêlos, pele, escamas, braços, casacos e árvores, resultado de um trabalho minucioso. Um detalhe importante: a consultoria visual foi assinada por ninguém menos que Roger Deakins, excelente diretor de fotografia, já indicado a oito Oscars. O resultado não poderia ser melhor.

Fechando o pacote, uma trilha sonora excelente, com toda a grandiosidade e originalidade que um filme como este merece. No fim, ainda sobra espaço para uma boa dose de emoção, mas sem apelar para o choro fácil.

Só uma incoerência incomodou-me: lá pelas tantas, Soluço diz que Berk é um lugar onde chove por nove meses ao ano e neva nos outros três. Oras, onde estavam estes dois elementos climáticos durante todo o filme? Basicamente, é o sol que predomina no longa.

No mais, Como Treinar o Seu Dragão é um ótimo programa, sem pretensões além da diversão de qualidade. Se depender da reação das crianças que estavam na minha sessão, sua bilheteria será uma das maiores de 2010.

Eu duvido que alguém não queira voar num Banguela depois de ver o filme!

Trailer:

(How To Train Your Dragon, EUA, 98 minutos, 2010)
Dir.: Dean DeBlois e Chris Sanders

3 comentários:

Fiu disse...

Eu também quero voar num dragão Fred hahaha
Gostei muito do filme, más línguas já disseram que é o filme da Dreamworks mais pixariano, mas eu gostei por ter um lado mais dramático no filme. Melhor do que filmes apenas engraçadinhos não é mesmo.
E realmente visual incrível, as cenas em 3D ficaram muito bem trabalhadas e vale a ida ao cinema 3D sim. Ótima crítica Fred, abraço!

Fred Burle disse...

Fiu, se for para ser pixariano e ser sempre bom assim, que seja, oras! Não há nada de mau nisso. O que acho é que eles pegaram o melhor do outro estúdio e acrescentaram ao melhor deles. O resultado ficou excelente, não?!
Abraço!

Anônimo disse...

Você detona a espetacular dublagem original e enaltece a dublagem nacional? Minha opinião sobre suas opiniões sobre filmes é que você NÃO ENTENDE NADA DE FILME. Claro que crítico de filme que não entende nada é que tem emprego, se não você estaria numa fria. Enche a bola de filmes porcarias e detona os bons. Falar que dublagem brasileira ficou melhor, hahahahahahahahah

Postar um comentário

Concordou com o que leu? Não concordou?
Comente! Importante: comentários ofensivos ou com palavras de baixo calão serão devidamente excluídos; e comentários anônimos serão lidos, talvez publicados, mas dificilmente respondidos.

 
Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias