Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Crítica: O Fim da Escuridão


Sinceramente, não sei o que deu em mim para querer assistir O Fim da Escuridão, filminho novo com Mel Gibson, interpretando mais um personagem sou-fervoroso-pai-de-família-e-só-faço-coisas-politicamente-corretas, o rei da justiça, de corpo fechado.

Grande candidato a “chatice do ano”, o filme é dirigido por Martin Campbell (007 - Casino Royale) e tem como protagonista o detetive em fim de carreira Thomas Craven, que presenciou o assassinato da própria filha e resolveu investigar o acontecimento, contra tudo e contra todos, passando pelos maiores perigos e descobrindo perigosos segredos da indústria de armas nucleares norteamericana. Trata-se de uma refilmagem de uma série de tevê. Para mim, trata-se de uma refilmagem de qualquer filme ruim do gênero.

Recheado de situações forçadas e diálogos que mais parecem uma colagem de clichês e frases de efeitos, o filme apresenta um Mel Gibson cada vez mais sem vigor, não dando conta nem das cenas mais tranquilas de “lutas coreografadas”.

A trilha sonora força um sensacionalismo desnecessário, evocando os piores exemplares de ação da Tela Quente dos anos 80. O pensamento constante de quem assistí-lo será: “já vi isso antes”; “já ouvi isso antes”; e por aí vai.

Depois de muito tempo, um personagem proclama: “o povo sabe que merece coisa melhor”. Ele tem razão: o público não ficou muito afim de ir ao cinema ver esta sucessão de repetecos e pelo que apontam os primeiros números, não deve sequer se pagar.

Outros títulos seriam mais adequados à obra. Que tal: “A Escuridão Total” ou “Um Tiro no Escuro” ou “Sem Luz no Fim do Túnel” ou... ah, deixa para lá!

Trailer: 

(Edge of Darkness, Inglaterra/ EUA, 120 minutos, 2010)
Dir.: Martin Campbell
Com Mel Gibson

9 comentários:

Amanda Aouad disse...

É, se antes eu tava sem vontade, agora vai pro fim da lista, se der tempo, eu vejo, hehe.

Anônimo disse...

Vi o filme e amei. Para mim você´não é critíco, é uma pessoa que não entende nada.
O Mel é um dos melhores atores, mesmo com mais idade. E idade, meu caro, não é documento.
Eu vi e verei de novo. E ainda comprarei o DVD quando estiver disponível.
Mel Gibson é 1000 em tudo o que faz.

Fred Burle disse...

Amanda, veja só se não tiver mais nada na vida pra fazer! rsrs

Anônimo, adoro comentários de anônimos. Ainda mais exaltado como seu. Tenho a impressão de que se você pudesse, teria me batido! rsrs
Mas ok, você tem direito à sua opinião e eu à minha, não?! O que seria do branco se todos gostassem do preto...

Fred Burle disse...

Adoro quando expressam opinião contrária, sem agressão e repeitando a opinião alheia. Obrigado por comentar, anônimo!

Débora Ramos disse...

Bom, vi ontem e gostei bastante. Não vai ser um dos melhores filmes da carreira dele mas também não chega a ser ruim.
Mas isso na minha opinião, pois, como você mesmo já disse, o que seria do branco se todos gostassem do preto?

Obs.: O site está bem legal, passarei a ler mais vezes.

Fred Burle disse...

Débora, pelo que percebi, este filme agradou uma parte do público, principalmente os fãs incondicionais de Mel Gibson (não sei se é o seu caso). Mas o que os números de bilheteria mostram é que desagradou mais do que agradou, porque a queda de arrecadação do filme é enorme, dia-a-dia. Mas obrigado por comentar e obrigado pelo elogio ao blog!

Judith disse...

Quanto ao filme, baseado em uma série exibida pela BBC na década de 80 realmente pode parecer desatualizado àqueles que já cansaram dos esquemas de complôs de escalões governamentais, agências, etc., tudo bem ao estilo da década mencionada (hoje está tudo às claras, o que não impede que quem tem poder suficiente para não responder pelos seus atos faça o que quiser fazer nas fuças de todo mundo). Porém, mesmo não sendo "fã incondicional" de Mel Gibson, creio que sua atuação, diante do que se lhe apresentou em termos de roteiro, foi bastante convincente.

Fred Burle disse...

Não digo que a atuação dele seja ruim, Judith. Apenas que os personagens dele têm sido muito parecidos. É como Denzel Washington, que raramente foge aos policiais, entende?

Anônimo disse...

Realmente o filme não é aquelas coisas, mas é um filme que prende a atenção do começo ao fim mesmo sendo um filme ”cliche”. Não é o melhor filme que ja vimos do gênero mas também fica longe de ser um dos piores.
Mas agora falar como você falou sobre a atuação do Mel Gibson logo acima, acho que você se contradiz, pois você mesmo disse em seu post:
”o filme apresenta um Mel Gibson cada vez mais sem vigor, não dando conta nem das cenas mais tranquilas de “lutas coreografadas” e nos comentários diz outra coisa.
Se isso nao é falar mal o que é então?

Postar um comentário

Concordou com o que leu? Não concordou?
Comente! Importante: comentários ofensivos ou com palavras de baixo calão serão devidamente excluídos; e comentários anônimos serão lidos, talvez publicados, mas dificilmente respondidos.

 
Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias