Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias

segunda-feira, 13 de julho de 2009

A Vida Marinha com Steve Zissou

Imagino que Wes Anderson deva ser um sujeito tão excêntrico quanto seus filmes. Só assim para explicar como essa característica predomina todas as suas obras. Desde 1998, com Três É Demais (Rushmore), ele apresenta obras sempre com cenários coloridos, personagens cheios de costumes diferentes da maioria, diálogos bizarros e enquadramentos igualmente incomuns. Quem conhece seu estilo saberá imediatamente, ao assistir uma obra sua, que trata-se de um exemplar desse diretor. Com A Vida Marinha com Steve Zissou não é diferente.
Zissou (Bill Murray) é um oceanógrafo documentarista que teve a estreia do seu segundo filme hostilizada pelos críticos no Festival de Locarno, que o julgaram como algo surreal e ensaiado demais, não convencidos pela história que ele conta, de que seu amigo foi devorado por um tubarão-jaguar, espécie de peixe, aliás, que ninguém nunca ouviu falar. Ele decide filmar uma terceira parte da série, com proporções épicas, para alavancar sua carreira como cineasta. Contará com a ajuda da sua equipe, formada por figuras igualmente caricatas e forçadas (dentre eles, Owen Wilson, Willen Dafoe, Jeff Goldblum e Seu Jorge), além de uma jornalista (Cate Blanchett) que acompanhará a nova expedição.

As filmagens do documentário refletem a encenação que muitas vezes se faz em cima da realidade retratada, com cenas sendo repetidas, situações forjadas ou falas decoradas (no caso, encenadas), com o documentarista se autopromovendo, inclusive recitando Shakespeare à beira do leme. Sobra espaço até para referenciar o clássico documental Nanook – o Esquimó, numa cena muda em que eles encenam uma pesca no gelo.

Todo o elenco está muito bem, com atuações divertidamente uniformes, como o figurino que usam. Suas roupas (assim como no filme anterior de Anderson, Os Excêntricos Tenembauns) são iguais, como gêmeos vestidos pelos pais “sem-noção”, compostas de sunga listrada da Speedo, tênis Adidas e gorro vermelho!
Seu Jorge assina a trilha sonora, com traduções para o português (!) de várias músicas de David Bowie e aparece no filme cantando-as nos momentos mais bizarros. Quando não canta, seu personagem Pelé dos Santos (!) torna-se um mudo hilário!

O filme conta com toques nonsense, que fazem o diferencial (para o bem) na carreira de Anderson. Uma moviola é manejada em alto-mar (para quem não sabe, aquele é o ambiente mais prejudicial a esse instrumento e aos filmes)! Ainda tem como toque especial as animações em stop-motion das estranhas espécies criadas por ele, como o caranguejo de açucar, o cavalo marinho crayon ou uma enorme floresta de corais toda feita de barbantes coloridos.

A Vida Marinha é uma aula de linguagem cinematográfica. Anderson abusa do zoom in e zoom out (característicos de documentários), adora centralizar o personagem em foco, conferindo uma profundidade de campo incrível e seus planos são simétricos até quando ele usa o planossequência na cena em que a câmera vai passando por todos os cômodos do submarino, cenário construído todo vazado, como dessas casas de boneca que se tem a vista completa pelo lado de fora.

Por mais que seja feito tudo de forma extremamente caricata, fica difícil não se encantar com o visual do filme e se entregar ao humor de nerd deprimido, vindo do roteiro escrito pelo próprio Wes Anderson, em parceria com Noah Baumbach (A Lula e a Baleia).

Como escreveu Marcelo Hessel em sua crítica para o site Omelete: “...é a caçada de Moby Dick, a bordo do Yellow Submarine, guiado por Afonso Brazza.” Assino embaixo!



Trailer:
video




A Vida Marinha com Steve Zissou
(The Life Aquatic With Steve Zissou, EUA, 118 minutos, 2004)
Dir.: Wes Anderson
Com Bill Murray, Cate Blanchett, Owen Wilson, Willen Dafoe, Jeff Goldblum, Angélica Huston, Michael Gambon, Noah Taylor e Seu Jorge


Nota 7,7

4 comentários:

O Cara da Locadora disse...

O filme é realmente lindo de ser visto além de muito engraçado... Ainda não me deparei com um erro do Anderson, muito bom mesmo...

Fred Burle disse...

Não gostei tanto do "Os Excêntricos Tenembaums", mas não cheguei a achar um deslize.
Então, concordo com você: ainda não me deparei com um grande erro do Wes Anderson.

Rafael Carvalho disse...

Adoro tanto esse como o filme anterior do Anderson, embora confesse que suas bizarrices já estejam se tornando uma repetição de si próprias, como acontece em Vieagem a Darjeeling. Mesmo assim, esse filme é sensacional, de um frescor incrível. O elenco tá sensacional!

Fred Burle disse...

Também acho, Rafael.
Se ele não tomar cuidado, seus próximos filmes serão apenas mais do mesmo.
Só acho que Darjeeling seja seu filme menos bizarro e mais equilibrado (junto de Três é Demais).

Postar um comentário

Concordou com o que leu? Não concordou?
Comente! Importante: comentários ofensivos ou com palavras de baixo calão serão devidamente excluídos; e comentários anônimos serão lidos, talvez publicados, mas dificilmente respondidos.

 
Linkbão Oi Torpedo Click Jogos Online Rastreamento Correios Mundo Oi oitorpedo.com.br mundo oi torpedos mundo oi.com.br oi.com.br torpedo-online Tv Online torrent Resultado Dupla Sena Resultado Loteria Federal Resultado Loteca Resultado Lotofacil Resultado Lotogol Resultado Lotomania Resultado Mega-sena Resultado Quina Resultado Timemania baixa-facil Link-facil Resultado Loterias